Esquadrias sem e com certificação: entenda as diferenças
Para que o consumidor saiba o que está comprando e o lojista o que está vendendo, Sasazaki apresenta as principais diferenças das portas e janelas sem e com certificação
 
 
 
De acordo com levantamento feito pela ABRAEsP (Associação Brasileira das Indústrias de Portas e Janelas Padronizadas) – entidade que encabeçou o pleito de regulamentação das portas e janelas junto ao INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), esquadrias que não atendem às normas técnicas vigentes vêm causando mortes, lesões corporais, danos ao patrimônio e práticas enganosas ao comércio e aos consumidores.
 
Mas, como garantir a segurança física e patrimonial e ter certeza de que a porta ou janela que o consumidor pretende comprar ou o lojista vai vender está adequada às normas vigentes? Para auxiliar nesta questão, a Sasazaki – fabricante de portas e janelas de aço e alumínio e primeira indústria do setor a certificar todos os seus produtos – aponta as principais diferenças das esquadrias sem e com certificação:
 
 
 
Esquadria com certificação
(certeza de atendimento às normas)
 
Esquadria sem certificação
(incerteza no atendimento às normas)
Tem Selo de Identificação da Conformidade, que facilita a identificação do fabricante e do produto certificado.
 
A listagem das marcas certificadas está no site da ABRAEsP: http://www.abraesp.com.br/site/Dados_do_setor/empresas-conformes.html
 
Não possui nenhum tipo de selo ou identificação de conformidade.
O produto certificado tem garantia de qualidade, desde a matéria-prima.
 
Não há garantia de qualidade. Em alguns casos, o produto tem rebarbas, acessórios inadequados e esquadros imprecisos, que podem causar ferimentos.
 
A esquadria é auditada e passa por testes de permeabilidade, resistência, estanqueidade, impacto e esforços mecânico, entre outros.
Não há garantia de que é testada; o produto não garante a segurança e a integridade física e patrimonial do consumidor, podendo ser arrombado com facilidade e causar acidentes, lesões e até morte.
 
Impede infiltrações pela esquadria, entrada de água, excesso de ruídos, deformações ou rompimentos por conta de rajadas de vento.
Não há garantia de que atende aos padrões de produção, resistência e segurança previsto na norma. A vedação inadequada causa a entrada de água, ruídos e ventos indesejados, resultando em ambientes insalubres, favorecendo mofos e trincos, além de comprometer móveis e outros objetos por conta de vazamento de água para o lado interno do ambiente.
 
Recebe tratamento anticorrosão, é mais resistente e tem maior vida útil: abre e fecha pelo menos 10 mil vezes sem problemas.
 
Não há garantia de tratamento adequado contra corrosão e pode ter baixa resistência mecânica - contra esforços e arrombamentos.
Tem manutenibilidade como característica, ou seja, é fácil, precisa, segura e econômica em caso de manutenção.
Não garante a segurança na execução de ações de manutenção do produto. Muitas vezes não possibilita manutenção.
 
Melhora as condições de habitabilidade e valoriza o imóvel.
O baixo desempenho da esquadria pode resultar em mofo ou trincos nas paredes; e a falta de garantia de proteção e segurança desvalorizam o imóvel.
 
 
Compartilhe: Gostou? Então Compartilhe!
ARTIGOS RELACIONADOS
Av. Eugênio Coneglian, 1060 - Distrito Industrial
CEP 17512-900 - Marília - SP - Brasil

Atendimento ao consumidor: 0800 717 9922
Atendimento ao lojista: 0800 769 9000
Telefone empresarial: +55 (14) 3402-9922
contato@sasazaki.com.br
Visite nossas
redes sociais ;)
Somos a maior indústria de Portas e Janelas da América Latina e líderes de mercado no Brasil. | Política de Privacidade

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, consideramos que você está de acordo com a nossa Política de Privacidade. Para mais informações, clique aqui.